Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Segredo revelado

Segredo revelado

28.05.10

muito riso,pouco siso


segredo_revelado

Há quem diga que rir muito, é uma mostra de que se tem pouco juízo, mas eu acho precisamente o oposto.

Rir , saber rir de nós mesmos e dos outros, e fazer rir, são ferramentas bastante valiosas na prevenção da loucura que a seriedade do nosso dia-a-dia nos quer impor.

Não quero com isto dizer que se possa ou se deva rir de tudo e de todos, sem ter em conta a gravidade (ou não) das situações com que somos confrontados. Rir é salutar , mas se começamos a rir a torto e a direito , isso não vai abonar muito a favor da nossa sanidade mental.

O riso , tantas vezes ausente das 24 horas que compõem um dia , pode ser terapêutico , funcionando quase como se fosse um medicamento anti

-stress.

Nós , portugueses de alma e coração, somos demasiado sisudos e tristonhos, como se quiséssemos reforçar a ideia que o Fado dá, de que nesta nossa vidinha , tudo isto é triste, tudo isto é Fado (destino). As tristezas e os desaires fazem parte da vida de qualquer pessoa, more ela onde morar, o que muda de povo para povo, é o modo como se superam essas coisas menos positivas. Se repararmos no caso dos brasileiros, pobres, a morarem em favelas, inseridos em ambientes pouco seguros, vemos que , não obstante todas as dificuldades , eles são bastante alegres e adoram uma boa folia. O Carnaval brasileiro é uma boa prova dessa capacidade de foliar, brincar e rir, como se não houvessem tantas coisas que os motivassem a baixarem os braços , rendidos às dificuldades da vida.

Em Portugal, neste momento de tantas dificuldades e motivos de desânimo e contestação social, sem esquecer que nos querem meter a mão ao bolso, devíamos, ainda assim, tentar rir. Se não rimos, enlouquecemos !

Perante este momento de cortes nos salários , aumento de IVA, diminuição do poder de compra , é óbvio que rir não é uma das coisas no topo da nossa lista de prioridades, mas, como tão bem diz o povo, ''tristezas não pagam dividas'', por isso , mais vale rir, nem que seja com/das as anedotas políticas que nos governam!

Vamos aproveitar para rir , até alguém se lembrar de fazer um imposto sobre o riso. Como , por enquanto ,rir ainda é de borla e um sorriso não tem de ser comprado, não custa nada rir, alto e bom som, da próxima vez que se ouvir o 1º ministro falar em aumento de impostos. Palhaço!

Cof...Cof... Se ele ler isto , lá vai responder: ''Palhaço é a tua tia, palhaço!'' . Aproveito já a oportunidade , antecipando-me, para informar que a minha tia não é nenhum palhaço...É a mulher com barba!

Bom fim-de-semana. Divirtam-se muito e riam-se muito.

 

 

 

 

 

segredo revelado: Uma risada por dia , nem sabes o bem que te fazia!

 

PS: Qualquer semelhança entre as figuras presentes na primeira e na segunda imagem deste post, é mera coincidência. Se repararem com atenção, verão as diferenças...

- um dos ''primatas'' usa gravata

- só um dos ''primatas'' ri, mas sem mentir, com quantos dentes tem

- o 1º primata é, sem margem para dúvidas, mais bem disposto que o 2º ''primata''

- o 1º primata faz macacadas no circo, enquanto que o 2º ''primata'' faz macacadas no Parlamento

- um primata mete a mão no rabo e não se envergonha disso...o outro , mete a mão no nosso bolso, sem se envergonhar disso

- um dos ''primatas'' não frequentou a Universidade . Há quem diga que é o 2º , mas isso não passam de boatos (??)

- só um dos ''primatas'' é merecedor do meu voto (e não é o da segunda foto!)

...

Estas são as diferenças que eu descobri. Se descobrirem mais , fiquem à vontade para as apontar aqui.

 

24.05.10

dar o braço a torcer


segredo_revelado

Conhecem a velha máxima ''antes quebrar, que vergar'' ? Eu conheço, conheço e acho-a descabida, por denotar alguma arrogância e presunção da parte de que quem a segue , que acha que é sempre o dono da razão, não tendo que ceder nem um milímetro às opiniões de terceiros.

Eu sou mais apologista de dar o braço a torcer , quando , por muito que me possa custar admitir , constato que não estava certo acerca de algo.

A sabedoria popular , sempre tão cheia de ensinamentos, diz que '' deve-se teimar , mas não se deve apostar'', o que , em tempos de crise, se revela uma atitude sensata e amiga da poupança. Conheço pessoas que teimam, levando os outros a desistir por cansaço,mas que , ainda não satisfeitas, gostam de apostar, como se estar disposto a ganhar ou a abdicar de algo , o objecto de aposta, fosse sinónimo de ter ou deixar de ter razão.

Quanto muito , insistir em apostar , é um claro sinal de que há riqueza material , mesmo que a pobreza intelectual ou afectiva seja de tal modo gritante , que se aposte e se teime ''contra'' um grupo vasto de pessoas, numa tentativa de demonstrar que se é melhor que os outros. Melhor?! Não é bem esse o adjectivo que me ocorre , mas se o ''senhor'' se acha melhor , então é porque deve mesmo ser .

 

Às vezes acho que estou a passar ao lado de uma bela carreira como diplomata. Eu dou o braço a torcer , mesmo nas situações em que tenho um grande grau de certeza sobre algum assunto e alguém me diz o oposto; eu até nem mando ninguém para o car..(ibe) , por dá cá aquela palha; Eu, talvez por mais nenhum outro motivo senão a cobardia, só excepcionalmente me dou ao esforço de entrar em algum tipo de confronto que vise defender ideias próprias.'' Laissez faire , laissez passer'' , que é como quem diz ' os cães ladram e a caravana passa (por cima deles).

Não sei se é defeito , se é qualidade , se é feitio, esta minha opção em me vergar e moldar, mas lá que evita não ter alguns stresses ,lá nisso ajuda.

Ao colocar nos pratos da balança a opção fazer braço de ferro, contra a opção dar o braço a torcer, é a última opção que tem mais peso. Um destes dias, de tanto dar o braço a torcer , ainda acabo por o partir , ou por fazer alguma luxação.

 

 

Acho que devo ter  herdado alguns genes de paciência de chinês, de uns quaisquer antepassados remotos. Só assim justifico para mim mesmo e para os outros , a minha imensurável capacidade de não ''explodir'', a cada vez que algum (ou alguma)idiota, ainda mais idiota do que eu , age como se tivesse o rei na barriga, e fosse dono da verdade e da razão. Sei bem o que merece esse tipo de gente...Mereciam ter, literalmente, o rei na barriga , para terem uma digestão que demorasse uns 20 dias e uma prisão de ventre que durasse o dobro do tempo.

Bem vistas as coisas, sofrer de obstipação era o ''castigo'' ideal, recheado de ironia, para recair sobre pessoas que são peritas em terem diarreias mentais, mas acham que só dizem verdades de La Palice. Para quem não sabe , as verdades de La Palice ( nobre ''franciú''), são verdades incontestáveis, verdades do género '' se La Palice não tivesse morrido ,ainda estava vivo''. È aquele tipo de verdade que é tão evidente, que acaba por ser tão incontestável, como ridícula de se afirmar.

Será mais correcto

E agora ,para terminar este post, cá vai uma verdade de La Palice por segredo revelado...

Se eu não escrevesse isto, vocês também não podiam ler o que escrevi.

Ora digam lá que não é verdade!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

segredo revelado: Não sei se deu para perceber , mas fico fod...lixado da vida quando encontro alguém que é o tipo de pessoas que acham sempre que estão certas , que só elas sabem determinada coisa, e que , mesmo que se lhes prove por A+B que estão erradas, continuam a teimar na sua versão das coisas. Se um pão , na óptica delas, tiver que ser uma pedra , é uma pedra, e ai de quem ouse discordar!

Pensando bem, não sei se fico mais fod..lixado com essas pessoas , ou se fod..lixado comigo mesmo , por não defender mais aguerridamente as minhas ideias , crenças e conhecimentos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

18.05.10

o bom, o mau e o vilão


segredo_revelado

Em Portugal ou em qualquer outra parte do Mundo , um politico pode ser catalogado com um de três ''rótulos'': bom, mau ou vilão.

Não faz muito sentido pensar que , conforme é o nível de maturidade democrática de um determinado país, assim é o nível da sua classe política.

Comparando Portugal, Espanha, EUA, Tanzânia , Brasil ou ilhas Fiji, não muda muito mais do que a moeda com que são subornados os políticos vilões , pois a aselhice e desinteresse dos maus políticos, e as dificuldades e dissabores de todos aqueles políticos que desempenham bem o seu papel democrático, são iguais , cada um à sua escala de grandeza.

Numa sociedade onde se diz que cada um singra na vida pessoal e profissional consoante o seu mérito próprio, não deixa de ser estranho que em muitas classes, nomeadamente na política, se fale e hajam tantos padrinhos (palavra sem conotação mafiosa) , afilhados, ''tachos'' e cunhas.

Habituámo-nos a ouvir falar de jobs for the boys, de favorezinhos , de progressões meteóricas,de nomeações abusivas, de dar uma palavrinha a fulano ou a sicrano, de presentes ''inocentes'', mas caros, e de muitas coisas mais, o que não faz transparecer a melhor das imagens da nosa classe política. Ainda assim, nada de muito maior gravidade que noutros países e noutras democracias mais antigas.

Corrupção , favorecimentos, actos ilicitos em beneficio próprio, despesismo,... não são patentes registadas pelos nossos políticos nacionais, e acontecem nos mais variados locais do planeta.

Semelhanças (tristes) à parte , há algo que nos distingue na maneira como são resolvidos muitos desses casos. Se noutros países se condenam pessoas envolvidas em situações menos próprias, tenham elas o cargo ou filiação política que tiverem, nós, cá em Portugal, fazemos algo um bocado diferente. Se é um político vilão e há provas disso  (o que é difícil de acontecer em mais de 80% dos casos) , prende-se? Credo! Claro que não! Nomeia-se gestor de uma empresa pública, onde as suas potencialidades podem ser usadas em prol do país, e está resolvido o problema.

Estranha perversão esta, da teoria de que é por mérito que somos reconhecidos e recompensados.

Mas nem todos os políticos são vilões. Também há aqueles que são simplesmente maus no que fazem. Neste caso , política.

Quantos de nós , com variadas idades e profissões, não conhecemos pessoas que , por muito que se esforcem , são inábeis para o exercicio de determinada função ou profissão? Alguns , digo eu.

Somos um país pequeno em extensão territorial , mas grande em riqueza cultural e história, onde todo aquele que exerce um cargo político é visto num plano superior ao do comum cidadão eleitor, por isso, ser político é algo que ''apetece'' a muita boa gente, mesmo sem vocação para aquilo.

A politica é como uma feira de velharias , onde aparece um pouco de tudo , desde artigos com muito valor , que raras vezes aparecem , como também aparecem aqueles monos , vistosos , mas sem qualquer valor útil. Talvez seja por isso que nos meandros da política, aparecem , caídos de para-quedas, actrizes ,cantores , jornalistas , e outros que tais.

Não questiono o seu valor como pessoas , nem os seus méritos e talentos profissionais, mas também não percebo o que querem eles fazer no mundo da política. Podem ser os melhores dos melhores nas suas profissões , mas como políticos nunca deixarão de serem medíocres e maus.

Last, but not the least, falta falar de uma espécie em vias de extinção: os bons políticos!Conhecem poucos? Claro! Eles são uma raridade, por isso são tão poucos.

Este tipo de político, apesar de ser eleito com a ajuda de um partido , por ser diferente dos demais , consegue manter a sua integridade, isenção, imparcialidade e sentimento de serviço de utilidade pública, o que permite com que , contra ventos, marés e tendências políticas partidárias, possa defender as ideias , direitos e garantias de todos os cidadãos que, com o seu voto , o elegeram.

São pessoas com uma grande consciência social e das desigualdades e injustiças sociais; São pessoas que entram na política , não por causado mediatismo , das reformas ou dos ''tachos' , mas por vocação; São as vozes dissonantes que se fazem ouvir nos partidos; São aqueles que se mantêm ao lado do povo , mesmo quando os outros , por ser politicamente correcto , se afastam; São imunes a pressões dos poderes instituídos , sejam poderes políticos , financeiros ou sociais; São mais trabalhadores , mais assíduos e mais presentes  junto das populações; São defensores das minorias , apesar de acreditarem e respeitarem nas decisões das maiorias democráticas;

São muitas outras coisas mais , mas,acima de tudo, por não serem apenas mais uma ovelha, igual a tantas outras do rebanho, são políticos indispensáveis , mesmo nesta nossa democracia, tão diferente da ditadura e do autoritarismo ,onde ,supostamente, há liberdade de expressão e de escolhas.

A esses bons e tão raros  políticos , tiro o meu chapéu (que por acaso até nem uso, mas isso é só um pequeno pormenor sem importância), em sinal de respeito e de admiração. Loucura das loucuras , até estaria disposto a  dar-lhes o meu voto , não fosse eu um abstencionista convicto e recorrente. Se há políticos que me fariam mudar de opinião quanto à abstenção ou ao achar que na classe política é tudo farinha do mesmo saco, seriam eles.

Já ficam a saber, nas próximas eleições, vão ter de escolher um de três candidatos : o bom , o mau ou o vilão. Escolham bem...

Segredo revelado ao poder!!

 

 

 

 

segredo revelado: Quem não quer ser lobo , não lhe vista a pele, diz, sabiamente , o povo. E é verdade, penso eu.

É com alguma estranheza e incompreensão que ouço as queixinhas e lamúrias de certos políticos, por causa dos inconvenientes e dissabores que a política lhes traz. Será que alguém os obrigou a serem candidatos a algum cargo, apontando-lhes uma arma à cabeça? Não  me parece!De que se queixam então?

Reconheço que até podem ter razão nalgumas das queixas que fazem, mas a partir do momento em que são candidatos e eleitos, já sabem com o que podem contar. Vão haver injúrias , vai haver pressão , vai haver falta de tempo para a família, etc... ? Vão! Que fazer? Demitam-se! Tanto quanto sei , a demissão é algo que não lhes está interdito, e que , em menos de três tempos, enquanto um deputado ...ups..Diabo esfrega um olho, lhes resolvia muitos dos inconvenientes de que tanto se queixam.

A única coisa que estranho , é nunca ter ouvido um político queixar-se das regalias que tem , tais como por exemplo: ajudas de custo, carros topo de gama, reformas antecipadas e chorudas, preferência nas nomeações para certos cargos, refeições luxuosas pagas com dinheiros públicos , e tantas coisas mais. Baaah!

O povo é que tem razão...Se não querem ser lobos , não lhes vistam a pele (nem roubem gravadores a jornalistas)!

 

 

  

 

14.05.10

realidade virtual a 3 dimensões (+ 2 cornos)


segredo_revelado

A evolução da tecnologia não pára de me surpreender. Hoje em dia é possível assistirmos a coisas que, ainda há poucos anos , pareciam só existir em livros e em filmes de ficção cientifica.

 

Por falar em filmes... Não sei se já viram a noticia acerca de uma mulher americana que, alegadamente , engravidou depois de ver um filme porno 3D. Se não viram , aconselho a verem  aqui.

OS cépticos que duvidam de milagres e de concepções divinas e sem pecado, daquelas como a Bíblia nos conta, talvez seja melhor pararem de ler , ou há fortes possibilidades de virem a tentar encontrar uma explicação lógica , como por exemplo...a senhora ter sido infiel.

Ora, segundo o que a notícia conta, Jennifer Stweart, de 38 anos, afirma que terá ficado grávida depois de ver com as amigas um filme porno 3D.

Qual não foi a emoção e surpresa do marido dela, o soldado Erick Jhonson, quando, depois de ter estado no último ano a cumprir serviço militar no Iraque, se depara com um bebé de aspecto africano. Os soldados podem ser brutos , toscos e até pouco inteligentes , mas até eles sabem que : 1- uma gravidez humana, salvo as excepções, dura cerca de 9 meses ; 2- se o pai e a mãe forem brancos, um bebé, filho de ambos , não nasce negro...

Estas duas certezas levaram a que o marido questionasse a mulher acerca da ''miraculosa'' e insólita gravidez, ao que ela, depois de lhe contar da ida ao cinema, afirmou ainda que ''Um mês depois de ver o filme comecei a sentir enjoos e o resultado  está aí''.

De facto , o resultado estava ali. Era um resultado negro, pequeno , chuchava, usava fralda e chorava.

Qualquer um de nós , por muito crédulos e confiantes na evolução da tecnologia 3D, íamos desconfiar daquela história , que mais parece relatar um dos fenómenos do Entroncamento. Nós íamos desconfiar! Nós, mas o marido não!

''Não vejo porque desconfiar dela. Os filmes em 3 D são muito reais. Com a tecnologia de hoje tudo é possível.'', disse o ''corno''..ups.. o marido.

Tenho uma ligeira suspeita de que o marido não deve ter muita massa cinzenta no cérebro, mas em compensação, tem uma fé inabalável na mulher, e também tem uns belos enfeites a adornar-lhe a testa! Que fazer! Há quem goste!

 

 

Para reforçar a veracidade da sua história e da sua inocência, Jenifer acrescentou : ''Vou processar o cinema e os produtores. Ainda bem que meu marido acreditou em mim. Meu casamento podia estar em risco. Mas ele sabe que eu sou fiel.'' Oh sim, muito fiel. E quase pura e virgem.

Quando se quer dizer que determinada pessoa acredita em tudo o que lhe dizem , mesmo sem haverem provas, diz-se que essa pessoa emprenha pelos ouvidos. Na América , onde fazem questão de ser diferentes e megalómanos , esta mulher foi mais longe ainda...Emprenhou pelos olhos!

Com a vida agitada que hoje se tem e com todos os problemas de saúde que dificultam que um casal  gere um flho , até que, se se pudesse engravidar pelos olhos, era um forte incentivo ao aumento da taxa de natalidade.

Lembrei-me agora...Os chineses são tantos e têm uns olhos com uma forma diferente dos olhos dos ocidentais. Será que ficaram com os olhos assim para engravidarem com maior facilidade?

Brincadeiras à parte, a ocorência de mais histórias como esta, vai ser a desgraça dos cinemas que apresentam filmes em 3D. Duvido que mais alguém vá ver um filme 3D sem temer as possíveis consequências de ter um acto tão lúdico, mas que pode ser tão perigoso.

 

 

Quase que já imagino o que poderá acontecer , num futuro não muito distante... Vai-se ver um filme de acção e espionagem,acaba-se com um balázio nos cor....crânios. ; Vai-se ver um filme de animação , sai-se de lá a falar com voz de desenho animado.

O grande aspecto positivo dos filmes 3D só seria realmente apreciado por 2 grupos de pessoas: o das jovens (e menos jovens) mulheres que, de cada vez que vêem o Brad Pitt, sonham ter um filho com ele, e o grupo dos jovens (e menos jovens) homens que, de cada vez que vêem a Angelina Jolie, sonham estar no lugar do co-protagonista do filme.

Que futuro assustador, não?

È por estas e por outras, que nunca hei-deir ver um filme 3D! Estava a pensar em ir ver o ''Avatar'',o filme mais premiado na última edição dos Oscares, mas já nem vou. O mais certo era sair de lá com uma pele de cor azulada, orelhas bicudas, e a falar um dialecto alienígena.

 

o antes e o depois de ver um filme 3D

 

segredo revelado: Vou contar uma história verídica , mas que parece anedota, passada aqui na minha aldeia, acerca de uma gravidez insólita.

Tal como o casal americano, ambos os membros do casal eram de raça branca, mas, chegada a hora do parto , o bebé era preto ( negro , africano, escuro,..whatever!).

Convém dizer que a sra já tinha um filho preto, nascido de uma união de facto, anterior à que mantinha na altura, com um homem africano. No caso desse 1º filho, nada a estranhar. Pai preto + mãe branca= filho preto/mulato.

Ora, mas no caso do 2º filho , já que ambos pais eram brancos , a criança também deveria ser. Algumas pessoas (cuscas!) cá da aldeia, estranhando a situação perguntaram ao ''pai'' o porquê de o bebé ter nascido preto ,insinuando que , se calhar , o filho não era dele. Contrariando o que era de esperar como resposta, sai-se ele com a seguinte resposta:

''É meu filho sim senhor! ''Atão'' vocês na percebem que ele nasceu preto, porque a minha Fátima (a mãe) ainda estava ''contaminada'' do preto com quem esteve junta. loooooooooooool...

Ainda hoje se dividem as opiniões sobre se ele estava mesmo convencido do que disse , ou se disse aquilo para gozar com todos os que perguntaram.

 

 

 

 

10.05.10

Benfica campeão - uma fé à prova de bala


segredo_revelado

 

Há quem diga que o Benfica é o maior clube de Portugal, mas isso é discutível...

 

Há quem diga que o Benfica é o clube com maior número de sócios , mas isso é discutível...

 

Há quem diga que o Benfica tem 6 milhões de adeptos, mas isso é discutível...

 

Há quem diga que o Benfica foi a equipa com o melhor ataque e com a melhor defesa deste campeonato , mas isso é discutível...

 

Até há quem diga que o Benfica , nesta temporada , foi o clube que apresentou um melhor futebol jogado, mas , mais uma vez , isso é discutível...

 

Há ainda quem diga que o Benfica é o mais que justo vencedor do campeonato 2009/2010 , mas isso é...

 

 

 

INEGÁVEL!! 

 

  

Depois de ter visto os festejos da vitória no campeonato, com cerca de 200 mil benfiquistas a celebrarem na rotunda do Marquês de Pombal (pobrezinho , com tanto pulo, grito e agitação em redor da estátua dele , deve ter achado que estava a haver um novo terramoto em Lisboa), e com o aproximar da visita do Papa , temo que Sua Santidade não consiga mobilizar tanta gente para a missa campal .

Se há religião que tem bastantes seguidores em Portugal , essa religião chama-se Benfica. Como se não bastasse já ter mais de um século de história e de vitórias, um rei Eusébio e uma águia, um clube assim tão especial tem ainda um estádio que é uma catedral , um treinador Jesus, 11 apóstolos em campo e uma multidão de fiéis seguidores, a entoarem cânticos.

No futebol , tal como na religião, cada um acredita no Deus , no profeta e no clube que quer.

Há pessoas que são praticantes, e até vão ao local de culto(estádio), e há as que, apesar de terem fé , não vão.

Se na religião temos agnósticos e ateus , no futebol temos aqueles que, ou são do clube que ganha, seja qual for, ou não se interessam nada por futebol, e nem lhes interessa quem ganha o quê.

Outra coisa onde futebol e religião se assemelham , é na existência de alguns fanáticos, que em defesa do seu ''Deus'' cometem as maiores atrocidades.Viram o que aconteceu no Porto? Apedrejamentos , insultos,...

Sem querer ser ofensivo para os árbitros, mas a eles, até porque equipam de negro, cabe-lhes o papel de advogado do Diabo. Nunca ninguém fica satisfeito com o trabalho deles. Nem mesmo o próprio Diabo.

Na religião e no futebol , podem-se ainda encontrar outras personagens em comum, tais como os profetas da desgraça, o aparecimento de Messias salvadores e alguns Judas traidores. No caso do futebol , os profetas da desgraça , são aqueles fulanos que só sabem criticar e falar mal a torto e a direito, mesmo que nunca tenham chutado numa bola. Os novos Messias são os jogadores , treinadores ou presidentes que, ainda mal acabaram de chegar e de assinar contrato, prometem ajudar a salvar o clube e levá-lo a um patamar mais elevado. Por fim, os Judas do futebol, são todos aqueles jogadores que trocam de clube mais de 20 vezes, renegam a fé professa nos clubes anteriores, e , como se não bastasse, confessam que são adeptos, já desde pequeninos, do novo clube onde estão. Traidores!

Para terminar, segredo da confissão, crucificação e milagres...

O balneário está para um clube , como o confessionário está para uma igreja...O que lá se diz, não pode sair de lá para o exterior!

A crucificação futebolística , felizmente , é diferente da crucificação religiosa. Enquanto que Cristo foi crucificado,literalmente crucificado, no futebol só há crucificações metafóricas. Quando uma equipa começa a perder muitos jogos , o que se faz? Crucifica-se o treinador , despedindo-o...Crucifica-se o árbitro , acusando-o de ser corrupto e pouco isento...Crucificam-se os jornalistas, não os deixando assistir a treinos...Crucifica-se o jogador que marca na própria baliza e crucifica-se também o jogador que falha um golo de baliza aberta.Um daqueles golos que até eu marcava , com uma perna às costas e com olhos vendados. Muito se crucifica no futebol!

Os milagres , no futebol ou na religião, são alvo de muito cepticismo e descrença. Em ambos os casos , futebol e religião, há alguma margem para acreditar em intervenções divinas(Sportinguistas, não desistam de acreditar.Não resisti.looool), mas, quase sempre, se não for sempre, os milagres no futebol são construídos com trabalho , talento e suor, ficando uma pequena parte de cada milagre ao encargo da sorte.

Algo que era importante que houvesse muito mais , no futebol e na religião , mas que tantas vezes falta, é ter fair-play e respeito pelas fés e crenças dos outros, quer nas vitórias, quer nas derrotas!

Divirtam-se , ''mazé''!

 

 

 

 

 

segredo revelado: Apesar de ser adepto do Benfica e de estar contente com a mais recente conquista do campeonato nacional , acho que há que manter alguma humildade e respeito . Tanto nas derrotas como nas vitórias se pode ver a grandeza de um clube e da sua massa de adeptos, por isso, toca a festejar, mas sabendo ter respeitinho e  não entrar em euforias e rivalidades exageradas e sem sentido.

07.05.10

o Papa tira-me a san(t)idade


segredo_revelado

Eu , que até nem vejo muita televisão, nos últimos dias , tenho-me lamentado por ser dos poucos portugueses a não ter TV cabo.

Será que sou o único a estar a ficar farto de ver noticías sobre a visita papal? Já estou pelos cabelos! Sim , o Papa vem cá. E daí?

É o chefe máximo da Igreja Católica , mas não é propriamente o Messias!

Bem sei que , neste cantinho à beira-mar plantado, o povo é maioritariamente católico , mas não estaremos a cair no exagero de dedicar tantos minutos dos serviços noticiosos à visita do Papa?

Pergunto-me a mim mesmo (mas vou perguntar em voz alta , para vocês também ''ouvirem'') : ''E se fosse o líder religioso de uma qualquer outra religião ,será que lhe era dado o mesmo destaque mediático?''

Em Portugal, ainda que seja menor o número de seguidores, temos Judeus, temos Muçulmanos, temos Ortodoxos , temos Protestantes, temos Jeovás,... e certamente que também eles têm lideres religiosos internacionais. Alguém já ouviu falar neles , ou na visita de um deles ao nosso país? Not me!

Em último caso , e se quiserem encher uns minutinhos de tempo de antena, podiam falar sobre um outro Papa que poucos homens conhecem , mas que as mulheres até conhecem relativamente bem...

O papanicolau. 

 

Antes que alguma beata enfurecida me queira exorcisar, por ver nesta minha aversão e franco aborrecimento ao destaque dado à já tão noticiada visita, sinais de estar sobre influência demoníaca, esclareço já : Não estou!Simplesmente já não tenho pachorra!

Querem falar sobre a visita de sua Santidade , o Papa Bento XVI? Opa, que falem , mas não à custa da perda da nossa san(t)idade mental e paciência.

Já que tanto se fala sobre as vestes do Papa, a estadia do Papa, as cadeiras do Papa, os alunos do Papa, os dotes musicais e teológicos do Papa, e tantas outras coisas que , perdoem-me a brincadeira, não interessam nem ao menino Jesus, aproveitem e falem de assuntos menos prosaicos, mas que despertam muito interesse, como por exemplo:

- até quando vai a Igreja, personificada por homens, rejeitar o uso do preservativo como meio anti-contraceptivo e de prevenção de doenças sexualmente transmissíveis?

- até quando vai a Igreja, personificada por homens , rejeitar a possibilidade de uma mulher poder ser ordenada sacerdote, quando em tantas áreas, outrora dominadas por homens, já existem mulheres?

- até quando vai a Igreja, personificada por homens , rejeitar a hipótese de que alguém que foi casado pela Igreja , depois de se divorciar , possa , caso assim o deseje , voltar a casar religiosamente?

- até quando vai a Igreja, personificada por homens , manifestar uma opinião contrária à ocorrência de abortos e da eutanásia em casos medicamente aceites e justificados?

- até quando vai a Igreja, personificada por homens , impedir que um padre , só por ser padre , não se possa casar e constituir família?

- até quando vai a Igreja, personificada por homens , esconder casos de abusos sexuais a menores institucionalizados em locais que estão ao encargo de padres?

...etc,etc...

 

 

 Caso vocês,  todos os 3 ou 4 , que me vão ler, não se lembrem , nós, seres humanos , somos imperfeitos e falíveis. Há que dar o devido e merecido(?) desconto aos homens da Igreja , pois usar batina, fazer voto de castidade e saber os capítulos e versículos da Bíblia Sagrada , não é sinónimo de serem mais clarividentes e perfeitos que qualquer um outro comum mortal pecador. Só assim se percebe que em pleno século XXI, tenhamos uma Igreja que segue, teimosamente, as mesmas regras de há vários séculos atrás, recusando-se a acompanhar a evolução dos tempos e a mudança de hábitos e costumes. 

Ver debatidas algumas daquelas questões fracturantes na sociedade, na minha maneira de ver , era bem mais interessante e útil de ver na Tv, do que saber que o Papa vai receber uma camisola do Benfica (futuro campeão 2009/2010, assim Jesus, treinador, o ajude.) e outra do Sporting, e que o Siza Vieira desenhou uma jóia para oferecer ao Papa.

Já  nem falo muito no esbanjar de dinheiro dos contribuintes, logo numa altura em que tanto se fala de contenção de despesa pública, desemprego e ''aperto de cinto''.

Se calhar também é politicamente correcto não fazer muito alarido da vergonha que é, neste país onde, a cada dia que passa, se vê aumentar a sensação de insegurança,  ter uma enormidade de efectivos policiais destacados para proteger o chefe máximo da Igreja Católica.

Será que parece muito mal fazer referência à ''ponte'' que , graças à visita de sua eminência, milhares de portugueses vão poder fazer, mas não para o irem ver? Deve parecer.

E agora , antes que me suba a tensão e me dê um chilique, vou mas é parar de escrever sobre isto, ou ''haberemus enfartum do miocardium''.

 

 

 

 

segredo revelado: Nem a minha educação laica , religiosa e católica, me faz ter a força de vontade e o espírito de''sacrificio'' para suportar mais telejornais a falarem da vinda do Papa.

Haja pachorra! E se a pachorra nos faltar , então que não nos falte a Tv cabo, onde há muitos mais canais e opções de programas a ver!